Compartilhe

Conheça a executiva brasileira que lidera uma multinacional no Texas (EUA)

Luciana Paiva, tem três filhos e acaba de assumir a operação da dinamarquesa Targit em Houston


 

 

A brasileira Luciana Paiva, diretora de negócios para a América Latina da multinacional dinamarquesa Targit, recentemente assumiu, também, as operações da empresa em Houston, no Texas (EUA).

Aos 21 anos ela já era mãe de três filhos e conta que conheceu o seu primeiro marido quando era estagiária da Autolatina - joint venture entre a Ford e a Volkswagen. Na época, com 17 anos, Luciana soube que o futuro marido tinha a intenção de seguir a vida religiosa ao invés da carreira de gerente de Recursos Humanos no Brasil e, ao apoiar a decisão dele, casou-se e foi morar nos EUA.

Aos 20 anos, casada e com dois filhos pequenos, a executiva foi com o padre ortodoxo expatriado para um monastério russo em Nova York, ainda em solo americano e lá morou por oito anos, mas sem deixar de procurar novas oportunidades de trabalho. Foi nos Estados Unidos que a executiva teve seu terceiro filho e pôde acompanhar o advento da Internet, entre outras novidades.

"Fui surpreendida com o Windows, o mouse e a Internet, sendo que uma das experiências mais interessantes que vivi naquela época foi o envio de cartas para os meus familiares no Brasil, porque em Nova York eu já me comunicava por e-mail. Era um mundo diferente e novo para mim", conta.

Para acompanhar o que acontecia e em busca de trabalho, Luciana fez graduação em Business Technologies pela New York University e começou a trabalhar no MCI Worldcom. "O grande diferencial, que me abriu portas na MCI, é que eles precisavam de alguém que falasse espanhol e português para gerir uma equipe multicultural", conta a executiva.

A executiva alternava o horário de trabalho com o marido e contava com o apoio de uma babá para cuidar dos filhos. "Era corrido, mas nos Estados Unidos tínhamos horários flexíveis para conseguir conciliar o trabalho e a família", destaca.

Foram oito anos fora do Brasil, com passagem pelo banco de crédito americano First USA Bank. Em 2000 e de volta ao seu País de origem, após a separação matrimonial a brasileira casou-se novamente. "Meu ex-marido e eu somos parceiros para a vida toda por conta de nossos filhos. Mas, o mais surpreendente de tudo isso é reencontrar alguém tão especial depois de tantos anos", afirma.

Com a vida amorosa e a carreira profissional em sintonia, a executiva decidiu fazer um MBA e migrar para a área de tecnologia. "É um mercado dominado por homens, mas resolvi me arriscar devido à experiência que adquiri morando fora", diz.

Em 2009 migrou para a empresa PA Latinoamericana e foi a responsável pela vinda da multinacional dinamarquesa Targit ao Brasil, em meados de 2010. Com o seu know-how e sensibilidade para o mercado, Luciana se tornou responsável pelos negócios para a América Latina e agora, em 2015, adiciona as operações do Texas a sua área de responsabilidade.

O CEO mundial da Targit, Morten Sandlykke, está confiante com a parceria. "Luciana demonstrou uma enorme determinação e paixão ao estabelecer nosso negócio no mercado brasileiro. A executiva sabe agregar valor ao cliente e, por isso, estamos ansiosos para vê-la gerir nossa nova operação no Texas, tenho certeza absoluta que ela terá grande sucesso no novo desafio", finaliza.

Da Redação