Compartilhe

Coração de mulher: cuide do seu

Como o diagnóstico precoce evita doenças cardiovasculares


 

As mulheres têm mais dificuldades de receberem um diagnóstico de doenças cardiovasculares graves. Alguns especialistas atribuem a isso, a demora das pacientes femininas em procurarem atendimento médico e a indicação de múltiplos sintomas, como palpitação, falta de ar, mal-estar, desconforto digestivo, dores nas costas. 

De acordo com pesquisa realizada, este ano, pelo Centro Médico de Lakeland, na Flórida, aproximadamente 40% das mulheres infartadas, dentre mais de um milhão, não sentiram a clássica dor aguda no peito. Esta demora no diagnóstico imediato pode ser fatal. Por isso, exames como o Laudo Cardio, realizado no Brasil pelo laboratório Biogenetika, analisam a predisposição genética de pacientes a doenças coronarianas, auxiliando o médico a um atendimento rápido e preciso.

O Laudo Cardio ajuda na prevenção das doenças cardiovasculares, indicando as prováveis enfermidades que a paciente pode desenvolver e apresentando as melhores formas de precaução. Desta forma, recebendo um diagnóstico de "risco aumentado" para o infarto do miocárdio, a paciente não necessariamente terá a doença, mas sim a predisposição genética para isso. Sabendo desta informação com antecedência poderá mudar o estilo de vida e não apresentar problemas cardíacos. Sabe-se que a bagagem genética consegue analisar características físicas e até mesmo emocionais. No DNA do núcleo das células, há o código genético, ainda pouco conhecido. Uma das mais significantes áreas de estudo da genética, diz qual a predisposição que a análise do DNA das células pode proporcionar. Analisa, por exemplo, como o corpo humano responde a determinados tipos de estímulos ou intervenções relacionadas a exercícios e dietas.

O laboratório Biogenetika é referência em genética humana, pesquisa científica, inovação na prática clínica e soluções em saúde. Além do perfil Cardio realiza, nos consultórios dos profissionais de saúde, os laudos FIT, Health, Mental Health, Drugs, Carrier. O FIT, por exemplo, é capaz de avaliar a condição física do paciente e indicar as necessidades nutricionais e os exercícios físicos ideais para aquele perfil genético. O laboratório conta com diversos médicos e nutricionistas renomados como parceiros. Além disso, o laboratório conta também com tecnologia moderna, própria, para a realização de outros exames diversificados e de alta qualidade, atendendo desde o diagnóstico de doenças genéticas e infecciosas até áreas recentes, como a farmacogenômica e a oncogenética.

Por Fouad Matuck