Compartilhe

Evite problemas financeiros no seu empreendimento

Planejamento é imprescindível para que as empresas evitem sérias complicações e até mesmo o fechamento


 

O planejamento financeiro de uma empresa, especialmente das recém-abertas, é imprescindível para que não haja surpresas desagradáveis ao longo do caminho. Um pequena falha, se não observada a tempo, pode levar a empresa a sérias complicações e até mesmo ao fechamento.

Se você já está com algum tipo de problema nas finanças do seu empreendimento, fique atento às dicas que se seguem, pois elas vão te ajudar a sair dessa fria. Lembre-se que deixar o saldo positivo é possível, porém você precisará de dedicação e um controle maior das transações!

Descontrole no fluxo de caixa

Sempre no fechamento mensal do caixa você percebe que falta algum dinheiro, mas não sabe bem onde errou. Para corrigir essa falha, faça o acompanhamento diário do seu fluxo de caixa, colocando em um software para controle de gastos todas as entradas e saídas detalhadamente.

Projete, ainda, o seu fluxo de caixa futuro, visando um maior controle sobre o que você tem que pagar e o que tem para receber. Assim você garante ações proativas ao invés de reativas quando perceber que vai ter algum problema no meio do caminho. Atente-se também para a sazonalidade do seu negócio. Quando você vende mais e quando vende menos? Com este acompanhamento você se prepara para os períodos mais fracos, evitando entrar no vermelho.

Custos de produção elevados

Manter um bom acompanhamento dos custos envolvidos no seu negócio depende de uma boa definição inicial de quais são os seus custos fixos e variáveis. Esse controle pode ser feito com planilhas online, que auxiliam na verificação e previsão de gastos mensais. Mas para conter esse fantasma que assola todo empresário, adote medidas alternativas, como buscar outros fornecedores, otimizar o processo de produção ou cortar custos.

Falta de capital de giro

O capital de giro é o recurso que mantém a sua empresa rodando enquanto ela não lhe dá lucro. Para que você não tenha um déficit no seu capital de giro, planeje os gastos da sua empresa por um período de pelo menos cinco anos. Essa margem de planejamento lhe dá uma visão global do seu negócio e permite que você promova ações de injeção de dinheiro para que a empresa continue funcionando sem problemas. Além disso, reinvista parte do lucro obtido nas vendas no capital de giro e negocie prazos com os seus fornecedores. Quanto maiores os prazos para pagamento de fornecedores, mais tempo para captar dinheiro você tem. Só não vale gastar o dinheiro em outras coisas!

Inadimplência

A inadimplência é um problema recorrente em qualquer negócio, independentemente do ramo e do tamanho da empresa. Para estar preparado para este tipo de situação, é preciso fazer uma análise de risco do seu negócio, precificando-o e embutindo-o no valor dos seus produtos ou serviços, por exemplo.

Para reduzir esse tipo de problema, consulte fontes como o SERASA e outros órgãos de proteção ao crédito, além de solicitar pagamentos em débito automático ou no cartão de crédito, pois estes têm garantia de pagamento. É possível ainda elaborar contratos com previsão de multas e juros por atraso, o que inibe o cliente final de ficar inadimplente, já que terá que desembolsar um valor bem mais alto do que o valor inicial.

Outra maneira para evitar que o cliente deixe uma pendência é implantar um sistema de cobranças recorrentes e fornecer diversas formas de pagamento para que o consumidor escolha a melhor e seja sempre notificado que o prazo se aproxima.

Por Piero Contezini