Compartilhe

Gerenciamento de tempo e vida pessoal

Como gerenciar o tempo e dar prioridade a determinados objetivos para não perder momentos importantes da vida.


Gerenciamento de tempo

Talvez o maior problema da mulher moderna, que tem a maior parte de seu tempo dedicada ao seu trabalho, seja conciliar o trabalho e a família - sua vida pessoal. A gestora, então, encontra uma dificuldade ainda maior, já que suas responsabilidades também são maiores na empresa. Para conseguir viver normalmente, continuando a ser uma boa profissional e ter tempo para filhos, casa, etc, é preciso disciplina e o que muitas delas ainda têm dificuldade fazer: gerenciamento de tempo.

A chave para conseguir fazer um gerenciamento de tempo é saber dar prioridades, para conseguir delegar o que for preciso a fim de ter tempo para coisas mais importantes.

Segundo a psicoterapeuta e coaching Cristiane Vaz de Moraes Pertusi, mestre em psicologia clínica pela Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS) e PhD em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP), os maiores desafios para a mulher são poder compreender a demanda do dia a dia com uma dose de "racionalidade, para não perder o foco", e com certo grau de "emocionalidade, ternura e feminilidade", para saber conduzir com um toque próprio da mulher.

"É importante que a mulher se veja como capaz de desenvolver habilidades da mulher moderna, prática e poderosa, assim como com habilidades e sabedoria da mulher que eram suas avós. Administrar o tempo com qualidade e capaz de não somente cumprir suas tarefas, mas se divertir, saborear, sentir e aprimorar-se como ser humano em evolução. Não são fáceis os desafios da mulher moderna, porém, é possível se a mulher tiver uma boa dose de autoconhecimento, autopercepção, afetividade e altruísmo", afirma.

Para ela, os trabalhos de autoconhecimento em psicoterapia e em aconselhamento de carreira (coaching) são fortes aliados para as mulheres modernas desempenharem com maior satisfação e leveza tais demandas modernas.

Trabalho e vida pessoal

No trabalho, ela indica "uma boa dose de organização, planejamento, capacidade de estabelecer prioridades". Além de estabelecer limites para sua dedicação ao trabalho e, ao mesmo tempo, manter a qualidade de suas relações pessoais.

Para se dedicar melhor à família, Pertusi sugere que a mulher executiva estabeleça uma agenda e procure cumpri-la: "Dedique tempo e momentos para cada área de sua vida, procure ver quais suas dificuldades e busque ajuda caso não consiga aprimorar suas falhas sozinha".
 
Há algumas dicas de como a mulher pode gerenciar seu tempo, mas a psicoterapeuta alerta que "nada vai ajudar se a pessoa não tiver a capacidade de autopercepção e conseguir transformar suas metas teóricas em ação práticas em seu dia a dia".

"Atendo das mulheres muitas sufocadas com as demandas, sentindo-se vítimas e sobrecarregadas com suas demandas pessoais e profissionais. No entanto, observo que as mulheres que são capazes de perceber suas vidas com tais complexidades e como desafios, e agir de maneira positiva e construtiva, conseguem assumir uma postura com resultados mais eficientes em ambos os aspectos de sua vida", diz.

Dicas para gerenciar bem o seu tempo

Confira abaixo as dicas da psicoterapeuta e coaching para administração do tempo:

- Estabeleça um mínimo de rotina e prioridades em seu dia, semana e até mês - organize e planeje com certa antecedência o que for possível, e lide de última hora somente com os imprevistos;

- Defina seus objetivos pessoais - quantidade e qualidade de tempo com filhos, marido, amigos etc;

- Defina seus objetivos profissionais - qualidade, tempo e perspectivas;

- Estabeleça limites e regras para viver ambos os aspectos em seu dia, semana, mês e ano - como período de férias e ou picos de trabalho;

- Delegue aspectos de sua vida que não necessita de você - utilize seu tempo com coisas, pessoas e situações que realmente importam para seu crescimento;

- Decida: não postergue decisões e nem varra sujeira para baixo do tapete.

E Pertusi finaliza: "Busque trabalhos de autodesenvolvimento, com certeza isso maximizará seu potencial e deixará você mais livre para ser você mesma, sentir-se feliz e tornar-se escritora de sua própria história e não vítima dela!".

Por