Compartilhe

Gestora da GE Healthcare contribui com atendimento médico a Tribos indígenas na Amazônia

Com o auxílio de ultrassons móveis, projeto Expedicionários da Saúde leva diagnóstico ágil para aldeia Ianomâmi


 


Em sua maioria, as populações indígenas brasileiras vivem em áreas remotas da floresta Amazônica, onde o acesso a serviços de saúde é mais restrito. Porém, parcerias entre empresas privadas e associações não governamentais podem contribuir para o auxílio médico e aumento da qualidade de vida dessa população.

A GE Healthcare, que tem trabalhado para aumentar o acesso à saúde no Brasil, colaborou com o trabalho da OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) “Expedicionários da Saúde”, formada em 2003 por médicos e voluntários que oferecem atendimento médico/cirúrgico em regiões longínquas do Brasil.

A iniciativa da companhia partiu da ideia da gerente de produtos Fabiana Garcia, voluntária na organização social há um ano. Sempre que chegam às aldeias, o grupo levanta tendas “high-tech” móvel, equipadas com aparelhos médicos avançados. Esses aparatos são empregados pela equipe de médicos na realização de exames clínicos gerais, de oftalmologia, pediatria e ginecologia e até a realização de algumas cirurgias, como correção de catarata e hérnia.

De acordo com o ortopedista e fundador da OSCIP, Ricardo Ferreira, “os procedimentos mais recorrentes estão relacionados ao modo de vida nas tribos”. “Grande parte das cirurgias de hérnia são realizadas em crianças que, desde cedo, ajudam a família a transportar cargas como a colheita de mandioca e roupas para serem lavadas no rio”, relata. “Além disso, realizamos um grande número de cirurgias de catarata em jovens e adultos afetados precocemente pela alta incidência de luz solar na região”, completa.

Em julho, a bordo de um avião militar e depois de um cargueiro, o grupo do qual Fabiana e Ricardo fazem parte aterrissou em uma aldeia Ianomâmi próxima ao Pico da Neblina, levando na mochila um Vscan, equipamento de ultrassom portátil da GE Healthcare para agilizar o trabalho dos médicos durante as triagens, exames de diagnóstico e procedimentos pré-operatórios. "Por ser portátil, o equipamento auxiliou na fácil locomoção dentro da tenda para realizar exames básicos com mais agilidade”, conta Fabiana.

De acordo com o presidente e CEO da GE Healthcare para a América Latina, Daurio Speranzini Jr, a empresa realiza diversas ações para aumentar o acesso dos brasileiros à saúde de qualidade, como a produção local de equipamentos que atendem às necessidades específicas do País e que contam com uma linha de financiamento mais atrativo.

Nosso recente trabalho em com os 'Expedicionários da Saúde' é mais uma forma encontrada pela GE Healthcare para levar diagnóstico de qualidade até áreas remotas, proporcionando um cuidado efetivo e acesso à tecnologias de ponta”, afirma o executivo.

Expedicionários da Saúde”

Até o momento, a OSCIP realizou mais de cinco mil cirurgias e 35 mil atendimentos médicos em 33 expedições. Para alcançar esses resultados, a associação conta com a colaboração da FUNAI (Fundação Nacional do Indio) para alimentação, da Força Aérea Brasileira para transporte da equipe e de empresas parceiras, por meio de doações financeiras, de serviços e insumos, como por exemplo remédios e equipamentos médicos.

 

 

Da Redação