Compartilhe

Procura-se profissional de RH

Guia salarial da Robert Half aponta ainda aumentos salariais expressivos na área de Remuneração e Benefícios


 

Nos últimos quatro anos, o departamento de Recursos Humanos passou a ser visto como peça fundamental nas estratégias das organizações. De acordo com a edição 2015 do Guia Salarial da Robert Half, esse novo cenário é a razão do aumento no grau de exigência dos líderes em relação a seus executivos de RH. “A busca por candidatos especializados em RH tem tornado os processos mais longos e com participação de vários tomadores de decisão, incluindo áreas de negócios que farão interface com o profissional”, explica Mário Custódio, gerente de divisão da Robert Half.

As posições mais aquecidas são as de Remuneração e Benefícios, com perspectiva de incremento salarial entre 10% e 17%, para 2015, de acordo com o cargo e tamanho da empresa. “Business partners, que já vinham sendo muito demandados no ano passado, também seguem como uma tendência cada vez mais forte em empresas de todos os tamanhos, pela necessidade de o RH entender as necessidades específicas de cada linha de negócio da organização”, conta Custódio.

As habilidades valorizadas nos profissionais de RH são autonomia, fluência no inglês e segurança e credibilidade para lidar com outras áreas do negócio. Empresas de serviços e bens de consumo e de capital se destacam na demanda por profissionais de RH.

A excelência exigida no recrutamento dos executivos de RH trouxe, como consequência, pretensões salariais mais altas e processos seletivos que, algumas vezes, não se concluem por falta de consenso. “Para 2015, a tendência observada é de mais eficiência e rapidez na tomada de decisão, além de reforço nas estratégias de atração de talentos de Recursos Humanos”, conclui Custódio.

 

 

Por Keila Marques