Compartilhe

Recuperar a motivação

Eduardo Shinyashiki orienta como executivos podem encontrar a satisfação no que fazem.


Falta de motivação no trabalho
Não é raro o cenário de pessoas desmotivadas com a própria profissão e desencorajadas para voltarem ao escritório na segunda-feira. Essa sensação pode ser um sinal vermelho. Segundo Eduardo Shinyashiki, que trabalha no desenvolvimento das competências de liderança de diversos profissionais e executivos no Brasil, a falta de motivação com o que se faz está diretamente ligada à ausência de foco do que realmente se quer para a vida.
 
"As pessoas não conseguem atingir seus sonhos e objetivos porque, no fundo, não estabeleceram ainda quais são eles. Por isso, vão para qualquer lado e não põem energia para fazer seu projeto acontecer. Concentrar-se sem se desviar de uma meta estabelecida é o que fará qualquer um se manter firme até chegar a ela", aconselha Eduardo, que é também autor do livro "Transforme Seus Sonhos em Vida".

Ele lembra que é importante refletir que não é a quantidade de horas trabalhadas o que importa, mas se esse projeto está fazendo viver com prazer e realização, e que a insatisfação tem o lado positivo para que o profissional reveja escolhas e foque nos verdadeiros propósitos de vida.

Vitimismo é armadilha

Algumas pessoas têm o costume de colocar a culpa dos fatos e da insatisfação com a carreira em diversos fatores, mas não olham para as próprias escolhas. Eduardo afirma que essa é uma das maiores armadilhas que nos impede de ter os sonhos realizados. "Quanto mais acreditamos que não temos influência sobre os acontecimentos da vida - ou como reagir a eles -, que o destino nos sufoca e a sorte, os outros e as circunstâncias externas são culpados pelo que está acontecendo conosco, damos menos valor às nossas capacidades, e a autoestima diminui. Com nossas escolhas, determinamos qual realidade iremos viver", analisa.

Mudar ou não?

Para alcançar os sonhos e deixar de lado aquilo que nos aborrece e não nos serve mais, precisamos desmascarar as falsas seguranças que os hábitos nos propiciam, e sobre as quais construímos a vida. Segundo o consultor, para realizar uma mudança, precisamos morrer metaforicamente para o que já não faz sentido no momento.

Para aqueles profissionais que buscam reconquistar o brilho nos olhos pelo que se faz, Eduardo acredita que é tudo questão de posicionamento. "O resultado é sempre fruto de onde você coloca sua atenção. Se você se concentrar nos problemas, se colocar atenção nisso, terá se posicionado do lado deles. Agora, se você se posicionar do lado da solução, esse será o objeto da sua atenção e, consequentemente, o resultado alcançado", finaliza.

Por