Compartilhe

Tendências da primavera-verão 2013/2014

Consultora de imagem indica peças e estampas que estarão em alta nas próximas estações.


Tendências primavera e versão 2013 2014

As lojas já estão trazendo em suas vitrines as roupas que devem fazer sucesso na estação primavera-verão de 2013 e 2014. Segundo a consultora de estilo e imagem María Julia Costa, a nova coleção é claramente percebida pelas fantásticas opções de cores, formas e tecidos. 

"Isso acontece porque a estação traz com ela uma série de eventos que movimentam a temporada, assim como o próprio clima pede frescor e naturalidade para o momento", afirma María.

A consultora indica abaixo quais tendências estarão nas ruas.

Jeans

O clássico jeans chega bastante diferente em cores vivas, dentre elas o azul, mostarda, vermelho, verde e branco. "Nas lavagens do jeans, o estonado e o destroyed, garantem peças modernas, pois chegam rasgadinhas e despojadas, ideais para looks casuais e esportivos", diz. 

Já para as mulheres que desejam uma produção elegante, como as executivas que podem ter um look um pouco mais despojado que apenas o social, ela indica a combinação da peça jeans com sandálias metalizadas e camisas de tecidos de seda.

Estampas

A consultora revela que as estampas serão a principal aposta da estação: "A estampa de azulejo português chega com força e variações de cores e tamanhos. As listras nas cores azul e branco, bem como figuras abstratas, estarão muito fortes. Outra aposta que surpreende é o preto e branco, pois continua desde o inverno de 2012". 

Além destas, a estampa que mais estará em destaque na próxima estação é a étnica - com figuras tribais, inspiradas em artes indianas e indígenas, da América do Sul

Alfaiataria

A alfaiataria, para María, continua sendo considerada um luxo, "pois ela consegue vir nesta temporada com um toque atual, remodelado e bastante feminino" - mesmo nas ruas, não só nas empresas.

Ela comenta que o estilo "esporte minimal" é uma tendência nas ruas, trazendo peças de alfaiataria, que resgatam e exploram o universo esportivo.

"O genderless [termo que significa não possuir identidade de gênero] na alfaiataria, pautado na construção de peças influenciadas pelo guarda roupa masculino, é heterogêneo e minimalista, porém bastante feminino", indica.

Tecidos

Os tecidos serão mais fluídos, leves e menos colados ao corpo de acordo com a consultora. Dentre eles, as sedas, crepes e cetins, na sua maioria em vestidos longos, pantalonas e chemises. "Em geral, quando a nova temporada chega é preciso fazer uma retrospectiva e analisar o que já tem no seu closet, para depois fazer novas compras e atualizar o guarda roupa".

Para as executivas, ela sugere o uso das peças da moda fora do trabalho, "mas se puder misturar, prefira as estampas menos chamativas, com cores lisas e em tons suaves".

"Evite exageros, eles só prejudicam a nossa imagem deixando-a sem identidade e até nos afastando dos nossos objetivos. E lembre-se que, muito além da moda e das tendências da temporada, é necessário que você olhe para seu estilo, interprete e traduza o que realmente gosta e funciona para a sua necessidade", finaliza.

Por